Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

07
Fev 09

 Caso de eutanásia comove Itália

 03-02-2009

Eluana Englaro, uma mulher que está em coma há 17 anos e que se tornou motivo de uma discussão acesa sobre a eutanásia em Itália, foi transferida esta noite para um hospital, que aceita "deixa-lá" morrer.

O caso está a comover todo o país e tem sido alvo de uma intensa batalha judicial e política há mais de 10 anos.

 
foto AFP
Caso de eutanásia comove Itália
 
 

A decisão foi já considerada pelo ministro da Saúde do Vaticano, Javier Lozano Barragan, como um "assassínio abominável".

Ao jornal La Repubblica, o cardeal pediu para "pararem com este assassínio".  "Interromper a alimentação e a hidratação de Eluana equivale a um abominável assassínio e a Igreja não parará de reclamar em voz alta (...) Não vejo como se poderia definir de outra forma o facto de não alimentar alguém", declarou o cardeal.

Evocando a decisão judicial que autoriza a cessação da alimentação, confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça italiano em Novembro, o cardeal Barragan explicou que "a posição da Igreja, que defende a vida, mantém-se a mesma e não pode mudar devido a um veredicto de juízes".

Eluana Englaro chegou de madrugada à clínica "La Quiete" em Udine, nordeste, onde lhe será "desligado o apoio de vida" dentro de três dias, segundo médicos citados pela imprensa.

Eluana estava em estado vegetativo numa clínica de Milão, norte, desde o acidente rodoviário que a mergulhou no coma, em Janeiro de 1992.

Apesar das pressões da Igreja católica, do Vaticano, do governo de centro-direita de Sílvio Berlusconi e de responsáveis políticos regionais, o estabelecimento de Udine indicou em Janeiro que estava pronto para acolher Eluana para que ali vivesse os seus últimos momentos.

(In Jornal de Notícias)

O que é a Eutanásia?

Eutanásia (do grego ευθανασία - ευ "bom", θάνατος "morte") é a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo aparentemente incurável de maneira controlada e assistida por um especialista.

A eutanásia representa actualmente uma complicada questão de bioética e biodireito, pois enquanto o Estado tem como princípio a protecção da vida dos seus cidadãos, existem aqueles que, devido ao seu estado precário de saúde, desejam dar um fim ao seu sofrimento antecipando a morte.

Para lá do ponto de vista estritamente legal, a eutanásia levanta questões de natureza moral, ética. Será correcto "abreviar" a vida de alguém? Será a eutanásia uma forma de "homicídio intencional de pessoas inocentes"? Será a vida um valor absoluto? Que argumentos podem ser invocados a favor e contra a eutanásia?

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 23:44

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13


22
23
27


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Filosofia
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO