Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

29
Jan 09

"O Homem é um animal político".  A célebre frase de Aristóteles pretende significar que o homem só se realiza plenamente no interior de uma comunidade. O que equivale a dizer que é um animal social, uma vez que a solidão só é suportável por um ser superior ou, então, sub-humano, embora a experiência convivencial seja paradoxal, na medida em que pode ser uma experiência de união e cooperação como de separação e violência.

A justificação que Aristóteles encontra para fundamentar a sua tese parece radicar no facto de o homem ser dotado de uma linguagem. Se é certo que os gritos dos animais são a expressão vocal de paixões, a voz humana é o veículo de valores, expressão de racionalidade. 

Ora, é precisamente esse conteúdo axiológico que permite a vida em sociedade. De facto, nos homens há a percepção do bem e do mal,  do justo e do injusto, do verdadeiro e do falso e são tais noções em comum que possibilitam a sociabilidade. Assim, a linguagem é atravessada pela dimensão política.

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 23:28

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

23

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Filosofia
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO