Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

09
Jun 13

Já foi aludida - Última Estação – Epílogo - a resposta dos existencialistas ateus em relação à questão do sentido da existência.

Falta mencionar o "ramo" cristão do existencialismo.

Os existencialistas cristãos refletem sobre a pessoa humana na sua relação com o infinito, na sua relação com Deus.

Esta relação é entendida como uma relação de sentido, de complementariedade e união.

Será na aproximação destes dois pólos que se superam os limites e que a própria vida fica plena de sentido.

Ao contrário dos existencialistas ateus, para quem a existência de Deus retira liberdade ao homem, os existencialistas cristãos afirmam que Ele é a sua origem e o próprio sentido da vida.

Karl Jaspers pode ser considerado um dos representantes do existencialismo cristão.

Este autor concilia a liberdade humana com a existência do transcendente.  

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 13:24

Junho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

17
18
19
20
22

23
25
26
27
29



Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO