Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

12
Mai 13

Segundo Jean Pierre Faye, Le Siècle des Idéologies, "o século XX encontra uma das suas fontes num livro do século precedente".

Sob o título Ensaio Sobre as Desigualdades das Raças Humanas (1853), Arthur de Gobineau defende que a mistura de raças, a miscigenação, era inevitável e conduziria a raça humana a graus sempre maiores de degenerescência física e intelectual.

É-lhe atribuída a frase:

 

"Não creio que viemos do macaco mas creio que vamos nessa direção".

 

O trabalho de Arthur de Gobineau inscreve-se, assim, no âmbito do racismo e da eugenia.

O racismo constitui uma ideologia baseada na crença de que existe uma hierarquia entre os grupos humanos, as "raças".

 

Pergunta-se:

 

O racismo baseia-se em preconceitos ou pode ser racionalmente justificado?

 

A constatação das diferenças entre os grupos étnicos permitirão aceitar a afirmação da superioridade de um grupo sobre outro, segundo a definição do ser humano proposta pelo racionalismo? 

 

(Poderá ser de interesse: Multiculturalidade, Identidades e Mestiçagens)

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 13:40

Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

14
15
17
18

19
20
21
22
23
25

26
28
29
30
31


Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO