Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

25
Jun 09

Lembra-te que és personagem de um drama, de quem dispõe o Encenador. Se ele quer uma peça curta, curta será. Se a quer longa, longa há-de ser. Se quiser que desempenhes o papel de um mendigo, mesmo esse deverás desempenhar com dignidade. E o mesmo para um doido, um general ou um pobre homem. Apenas isso te compete: desempenhar com agrado o papel que te foi destinado. Escolhê-lo, isso cabe o outrem.

Epicteto

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 11:59

Será que não temos outro caminho senão seguir o nosso destino?

Victor Baía
Anónimo a 27 de Junho de 2009 às 21:23

Viva Victor Baía (não se trata do conhecido jogador de futebol?)
Concordo que somos possuidores de livre arbítrio. De outro modo, não passaríamos de "robots" tele-comandados.
Tal ideia repugna.
Abraço.

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
16
18
20

21
23
24
26
27

28
30


Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO