Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

13
Jun 09

Terá sido Deus a criar o Homem à sua imagem e semelhança ou o inverso, O Homem a criar Deus?

Para Feuerbach, a razão pela qual os seres humanos se parecem com Deus não é por Deus nos ter criado à sua imagem mas por nós o termos criado à nossa.

Nesta perspectiva de Feuerbach, os seres humanos pegam nas capacidades que lhes pertencem, elevam-nas, em pensamento, a um nível infinito e inventam um ser exterior que encarna todas estas perfeições, como nos refere em A Essência do Cristianismo:

"a essência de Deus não é mais do que a essência do ser humano; ou, melhor dizendo, é a essência do homem objectivada e separada dos limites do homem individual, real e corpóreo. É a essência contemplada e venerada como um ser-outro, próprio e diferente do homem. Por isso, todas as determinações da divindade o são igualmente do ser humano".

Ver: Ludwig Feuerbach, A Interpretação da Religião

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 00:14

Não sei se concordo com essa visão materialista da religião.
Ricardo Lopes a 13 de Junho de 2009 às 16:15

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
16
18
20

21
23
24
26
27

28
30


Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO