Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

21
Ago 17

Wook.pt - O Processo

Quem nunca se viu perseguido, sem que os seus acusadores lhe dissessem as razões dessa perseguição?

Em O Processo, Kafka reproduz a negação do Estado Democrático de Direito e, ao mesmo tempo, leva o leitor a perceber que, mesmo vivendo sob a égide da Democracia "plena", há que se não perder de vista que as instituições não guardam a sua razão de ser na prestação de serviço público, mas na submissão ao poder e às camadas dominantes.
Embora Kafka tenha retratado um autoritarismo da Justiça que se vê com o poder nas mãos para condenar alguém, ou perpetrar "terrorismo psicológico", sem lhe oferecer meios de defesa, ou ao menos conhecimento das razões da punição, podemos levar a figura de Josef K., o protagonista do romance, bem como de seus acusadores, para vários campos da vida humana.
Sinopse
O Processo é uma das obras mais fascinantes e enigmáticas de Franz Kafka. O romance arranca com a detenção do protagonista, Josef K.. Alguém o denunciou mas não existe um delito evidente. A partir de então, o acusado ver-se-á imerso num absurdo processo judicial de labirintos burocráticos em que se debate o seu direito a existir. Para além disso, K. não terá conhecimento em nenhum momento de quais são as acusações que lhe imputam nem a natureza do supremo tribunal que o julga. Desta forma, o romance conduz-nos à mesma essência do terror. O protagonista, impotente, tenta averiguar as misteriosas razões do seu processo e inicia a sua própria busca da verdade dentro do caos mais absoluto.

 

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 22:00

Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
25
26

27
28
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO