Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

07
Fev 09

 Caso de eutanásia comove Itália

 03-02-2009

Eluana Englaro, uma mulher que está em coma há 17 anos e que se tornou motivo de uma discussão acesa sobre a eutanásia em Itália, foi transferida esta noite para um hospital, que aceita "deixa-lá" morrer.

O caso está a comover todo o país e tem sido alvo de uma intensa batalha judicial e política há mais de 10 anos.

 
foto AFP
Caso de eutanásia comove Itália
 
 

A decisão foi já considerada pelo ministro da Saúde do Vaticano, Javier Lozano Barragan, como um "assassínio abominável".

Ao jornal La Repubblica, o cardeal pediu para "pararem com este assassínio".  "Interromper a alimentação e a hidratação de Eluana equivale a um abominável assassínio e a Igreja não parará de reclamar em voz alta (...) Não vejo como se poderia definir de outra forma o facto de não alimentar alguém", declarou o cardeal.

Evocando a decisão judicial que autoriza a cessação da alimentação, confirmada pelo Supremo Tribunal de Justiça italiano em Novembro, o cardeal Barragan explicou que "a posição da Igreja, que defende a vida, mantém-se a mesma e não pode mudar devido a um veredicto de juízes".

Eluana Englaro chegou de madrugada à clínica "La Quiete" em Udine, nordeste, onde lhe será "desligado o apoio de vida" dentro de três dias, segundo médicos citados pela imprensa.

Eluana estava em estado vegetativo numa clínica de Milão, norte, desde o acidente rodoviário que a mergulhou no coma, em Janeiro de 1992.

Apesar das pressões da Igreja católica, do Vaticano, do governo de centro-direita de Sílvio Berlusconi e de responsáveis políticos regionais, o estabelecimento de Udine indicou em Janeiro que estava pronto para acolher Eluana para que ali vivesse os seus últimos momentos.

(In Jornal de Notícias)

O que é a Eutanásia?

Eutanásia (do grego ευθανασία - ευ "bom", θάνατος "morte") é a prática pela qual se abrevia a vida de um enfermo aparentemente incurável de maneira controlada e assistida por um especialista.

A eutanásia representa actualmente uma complicada questão de bioética e biodireito, pois enquanto o Estado tem como princípio a protecção da vida dos seus cidadãos, existem aqueles que, devido ao seu estado precário de saúde, desejam dar um fim ao seu sofrimento antecipando a morte.

Para lá do ponto de vista estritamente legal, a eutanásia levanta questões de natureza moral, ética. Será correcto "abreviar" a vida de alguém? Será a eutanásia uma forma de "homicídio intencional de pessoas inocentes"? Será a vida um valor absoluto? Que argumentos podem ser invocados a favor e contra a eutanásia?

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 23:44

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


22
23
27


Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO