Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

05
Jan 09

 Ver imagem em tamanho real

Análise do Quadro de Frida Kahlo

"Auto-Retrato com Cabelo Cortado"

De salientar que a presente análise se fundamenta na "Teoria da Arte como Expressão". A referida teoria desloca para o artista a chave da compreensão da arte. De acordo com esta teoria, uma obra é arte se, e só se, exprime sentimentos e emoções do artista. Convirá, no entanto, mencionar que a "Teoria da Arte como Expressão" se revela insatisfatória.

A análise, propriamente dita, do quadro é orientada de acordo com uma metodologia psicanalítica.

Sentada numa simples cadeira de madeira e vestida com fato de homem cinzento, a autora encontra-se rodeada de molhos de cabelo. Tudo o que simbolizava a sua feminilidade - o seu belo cabelo e os vestidos coloridos - desapareceu. No topo do quadro, por cima de uma pauta musical, lêem-se as letras amargas: "olha, se te amava era pelo teu cabelo. Agora que estás careca, não te amo mais." Este quadro foi feito num período de profundo desespero, quando Kahlo se divorciava do marido, o famoso moralista Rivera. Acidentes  e doença atravessaram a vida de Kahlo, e os seus muitos auto-retratos centravam-se de forma angustiantemente pessoal nas suas experiências intensas e perturbações psicológicas.

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 23:00

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

14

23

31


Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO