Este pretende ser um "espaço" público de partilha de ideias, um espaço de comunicação...

05
Nov 08

A lei da Não-Contradição explicada através de uma piada clássica:


Um rabino está a efectuar uma audiência na sua aldeia.
Schmuel levanta-se e apresenta o seu caso, dizendo:
- Rabino, Itzak passa com as ovelhas pela minha terra todos os dias e está a destruir as minhas culturas. A terra é minha. Não é justo.
-Tens razão! - diz o rabino.
Itzak levanta-se imediatamente e declara:
- Mas, rabino, a única posssibilidade que as minhas ovelhas têm de beber água no lago é atravessando a terra dele. Sem água, morrerão. Durante séculos, todos os pastores tiveram direito de passagem pela terra que circunda o lago, por isso eu também devia ter.
- E o rabino diz:
- Tens razão!
A senhora da limpeza, que ouviu tudo isto, diz para o rabino:
- Mas, rabino, não podem ter ambos razão!
E o rabino replica:
- Tens razão!
A senhora da limpeza informou o rabino de que ele violou a Lei da Não-Contradição.

In: CATHCART, Thomas e KLEIN, Daniel, Platão e um Ornitorrinco Entram Num Bar ..., Dom Quixote, p. 42.
 

http://www.platoandaplatypus.com/index.php
- em termos simbólicos:  \neg (P \wedge \neg P).\,  
 

publicado por Carlos João da Cunha Silva às 18:21

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
15

16
21

23
24
28



Filosofia
Local
mais sobre mim
pesquisar
 
Neste Momento
online
blogs SAPO